img Leseprobe Leseprobe

Machado e Borges

e outros ensaios sobre Machado de Assis

Luís Augusto Fischer

EPUB
5,49
Amazon iTunes Thalia.de Weltbild.de Hugendubel Bücher.de ebook.de kobo Osiander Google Books Barnes&Noble bol.com Legimi yourbook.shop Kulturkaufhaus ebooks-center.de
* Affiliatelinks/Werbelinks
Hinweis: Affiliatelinks/Werbelinks
Links auf reinlesen.de sind sogenannte Affiliate-Links. Wenn du auf so einen Affiliate-Link klickst und über diesen Link einkaufst, bekommt reinlesen.de von dem betreffenden Online-Shop oder Anbieter eine Provision. Für dich verändert sich der Preis nicht.

Arquipélago Editorial img Link Publisher

Belletristik / Essays, Feuilleton, Literaturkritik, Interviews

Beschreibung

Luís Augusto Fischer é ficcionista, cronista, crítico literário, roteirista, até dicionarista (do porto-alegrês). Quem podia ser melhor, então, para escrever sobre Machado de Assis, escritor que usou todos os gêneros possíveis para animar a cultura do seu tempo? Ao ler este livro, fiquei impressionado por duas coisas – primeiro, a naturalidade, a desenvoltura, do estilo, e segundo, a ousadia do autor ao abordar assuntos abrangentes. Comecemos pelo ensaio de abertura, sobre Machado e Borges. Sempre os dois autores foram comparados, mas nunca com tanto detalhe, levando em conta tantos contextos, geográficos e históricos, sem excluir o biográfico. Ambos foram sobretudo céticos, na vida e na narrativa, visceralmente opostos a um realismo ingênuo. Neles, o leitor sente sempre a presença da voz narrativa – no caso de Machado, tanto nos contos como nos romances, e tanto em Quincas Borba quanto em Dom Casmurro, digamos. Os dois ensaios seguintes expandem estes argumentos. O primeiro junta uma inesperada terceira figura aos dois sul-americanos – a de Edgar Allan Poe. Será que este triângulo nos explica o porquê da diferença de Machado, a estranha dificuldade de exportá-lo, de aclimatá-lo em terras europeias que ele nunca visitou? O segundo, "A invenção de distâncias", em harmonia com tendências recentes da crítica machadiana, focaliza os contos, dando-lhes uma importância enorme dentro da obra. Li-o com enorme prazer. É escrito com toda a clareza e o charme a que Fischer nos acostuma, e o que é mais, com uma honestidade que não hesita em questionar as conclusões anteriores do próprio autor, nem de achar inspiração num crítico que pareceria estar nas antípodas dos gostos do autor – o português Abel Barros Baptista. São só três ensaios, entre vários. Este é um livro que honra o seu autor, e que veio para ficar. Livro ganhador do Prêmio Açorianos 2008 - Livro do ano

Weitere Titel von diesem Autor
Weitere Titel in dieser Kategorie
Cover A Arquitetura Literária de Eça de Queiroz:
Ionara Conceição Lemos Pinheiro
Cover Em nome da rosa
Valéria Daiana dos S. Rodrigues
Cover Passos de um caminho
Ronir Raggio Luiz
Cover Vozes da Loucura
Monalisa Cristina Teixeira
Cover Crítica literária acadêmica amazonense
Fabrício Magalhães de Souza
Cover Trote e totalitarismo
Felipe Scalisa Oliveira
Cover Literatura norte-americana
Daniella Barbosa Buttler
Cover José Saramago
Raquel Trentin Oliveira
Cover Arte, língua e literatura
Mayra Aparecida dos Santos
Cover Graciliano
Edilson Dias de Moura
Cover Contos da Natureza
Pedrina S Leite

Kundenbewertungen

Schlagwörter

Machado de Assis, Ensaio, Borges, crítica literária